Um livro aberto em tempos fechados

Visitas: 911

A pandemia que assolou o mundo inteiro afetou seriamente as nossas vidas e obrigou-nos, a todos, a mudar hábitos de convivência social, levou ao encerramento das escolas e… todos tivemos de dar asas à nossa imaginação para não perdermos o contacto com os mais próximos, com a escola e com o mundo.

 

O confinamento que teve início em março deste ano gerou nos nossos alunos sentimentos que, até então, nunca tinham experimentado como a saudade, a angústia da privação da liberdade, a falta dos amigos e até de familiares, a estranheza de não poder tocar, abraçar... e gerou conflitos internos.

Retomadas que estão, ainda que a medo, algumas das nossas rotinas, soltar essas angústias pode contribuir para que os alunos retomem as suas vidas com tranquilidade e, tendo em conta que as bibliotecas escolares desempenham um papel importante nas escolas, não somente através dos livros mas também das atividades que nelas se desenvolvem, a Equipa da Biblioteca Escolar da Regedoura comemora esta efeméride de 2020 com a “construção” de um livro “escrito” por todos os alunos, desde a Educação pré-escolar ao 4.º ano, em que, das mais variadas formas, as crianças e os seus educadores/professores demonstram emoções experimentadas em tempo de confinamento.

As crianças da Educação pré-escolar construíram a capa, a contracapa e as guardas e os alunos do 1.º ciclo ocuparam-se do restante.

O produto final é este maravilhoso trabalho “Livro aberto em tempos fechados” que contará a quem o quiser folhear as nossas histórias, as nossas emoções e o nosso trabalho.

Não há confinamento que consiga encurralar a imaginação das crianças. Elas continuam a ser um livro aberto mesmo em tempos fechados.

Veja aqui o Livro Aberto.

A Equipa da BE da Regedoura